segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Rio Paraíba do Sul: O pai de 14 milhões de pessoas

O Rio Paraíba do Sul tem 1.120 km, abastece três estados (São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais).São 14 milhões de pessoas que recebem diariamente a água desse gigante em suas casas, comércio, escolas, igrejas e  hospitais.

A cada segundo há esgoto in natura sendo jogado nessas águas que lutam pra manterem vivas espécies de peixes  como Mandi e a Piabanha,esta última é o considerada o símbolo do Paraíba do Sul.

Relatório da CETESB, Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, aponta que em 2012 o Índice de Vida Aquática do Rio no trecho do Vale foi considerado ótimo em quase todas as cidades.A única que ainda tem o desafio pela frente de tratar o esgoto é Aparecida. 

Aparecida inaugurou no último mês de julho a ETE ,Estação de Tratamento de Esgoto. O desafio é tratar o esgoto vindo de residências, hotéis, restaurantes e outros comércios. Estamos falando do esgoto gerado por 12.036 milhões de pessoas  todos os anos. São 12 milhões de romeiros e 36 mil habitantes.

Há capacidade para isso?Não há dúvidas.O projeto de R$22 milhões foi custeado pelo governo do Estado e se-trata de um dos mais inovadores utilizados atualmente no mundo.

O que  entristece  é o fato do tratamento 100% do esgoto ainda não ser  realidade na maioria dos municípios da Região Metropolitana do Vale e Litoral Norte.

Alguns estão lutando pra isso. Destaco  São José dos Campos, Jacareí, Tremembé e Taubaté. Há outros que já conseguiram essa façanha  .São eles : Queluz e Lavrinhas.

Há outros que ainda não tratam. É o caso de Cunha ,por exemplo. 

Neste primeiro semestre de 2013 tive a oportunidade de produzir o programa Vale Ecologia sobre o Rio Paraíba do Sul, que foi exibido pela tv Band Vale. Abaixo seguem os links deste programa. 


Assistam !


Obrigada  e boa semana!




2 comentários:

  1. Sem água não somos nada mesmo, Lílian... podemos até ficar sem comer por um tempo, mas a água é indispensável.

    ResponderExcluir
  2. Você tem razão. É tão fácil produzir água. Basta ajudarmos as árvores. Um beijão Fernando. Boa semana

    ResponderExcluir